Prefeitura de Caxias do Sul promete substituir relógios de rua em até seis meses

Equipamentos quase sempre estão desligados ou desregulados


Nos últimos meses, ficou impossível buscar orientação por meio dos relógios digitais espalhados pelo Centro e alguns bairros de Caxias. Os equipamentos, que deveriam informar a hora e temperatura, quase sempre estão desligados ou desregulados. A prefeitura alega que o transtorno é causado pelo tempo de uso dos relógios e promete substituí-los por equipamentos mais modernos em até seis meses.

Nesta quinta-feira, o Pioneiro constatou que, de nove relógios instalados na área central de Caxias, seis tinham defeitos. Apenas três aparelhos na Praça Dante Alighieri operavam normalmente. Por conta dos constantes trantornos, o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Celso Empinotti, diz que a prefeitura optou por não abrir licitação para empresas interessadas em cuidar dos aparelhos antigos. Inicialmente, além da manutenção, o contrato previa a implantação de outros 20 equipamentos.

Agora, o secretário diz que está sendo estudado o remanejamento dos aparelhos para outras áreas. Empinotti promete abrir uma licitação até junho para aquisição de relógios com tela de LED. Um desses aparelhos foi instalado para teste na RSC-453, próximo ao Shopping Iguatemi. Desde então, não houve problemas ali. Atualmente, 15 relógios de rua estão em operação em Caxias do Sul.

Reações:

0 comentários: