Disputa trabalhista seria estopim de assassinato em Nova Petrópolis

Uma suposta disputa trabalhista teria motivado o assassinato de Antônio Cláudio Pereira da Rocha, 32 anos, executado com dois tiros, às 4h40min desta quarta-feira, na casa onde ele morava com um primo, na área central de Nova Petrópolis.


Segundo o primo da vítima, um ex-patrão deles teria invadido a moradia localizada no Beco do Imigrante e feito vários disparos contra eles. Um tiro acertou a cabeça de Rocha e outro o tórax.


O sobrevivente relatou que a motivação do crime seria uma ação trabalhista que os primos movem contra o suspeito. Depois de matar Rocha, com antecedentes policiais por furto, tráfico e estelionato, o atirador fugiu em um Palio branco.

Reações:

0 comentários: